quarta-feira, 19 de novembro de 2008

;

Ponto-e-virgula não gostou de nascer assim. Nem sendo uma coisa nem outra.
Na verdade, ponto-e-virgula nunca foi compreendido. E o pior era o mal-estar constante que o bichinho sentia quando era
empregado tantas vezes. De forma errada, claro.

Ponto-e-virgula sempre foi aquele que nunca foi ponto nem vírgula. Mas, tá, quer ver uma qualidade do coitado?

É bonito usar ponto-e-virgula. E quem disse?

Ora. ele pode ser bolinha e cobrinha ao mesmo tempo. Ele pode ser final de filme. Daqueles que quando você acha que acabou, vai lá e continua. Ponto-e-virgula também é quase uma história sem fim. Porque é exemplo.

Se um dia eu ganhar um Dálmata ou até uma zabra, prometo que coloco o nome dele ponto-e-virgula. =)

por sinal. a zebra é mais preta do que branca, ou mais branca do que preta?

8 comentários:

Victor Costa disse...

Finalmente mesmo!!!

Acho que a zebra é mais preta e a zabra mais branca.

E voce? o que acha?

Alex Luna, Tarrask disse...

lindo o texto. e ainda é mais bonito ser ponto e vírgula do que ser reticência, assim, meio duvidoso.

ponto-e-vírgula tem continuação. pede continuação.

O Pequeno Escriba disse...

Ponto-e-vírgula. Não sei usá-lo, mas tenho fé que um dia aprenderei.

A zebra é mais preta de noite e mais branca de dia. rsrs.

(/;-D)

Marcela Egito disse...

continuação de verdade, no momento exato, porque reticências continua tb. Mas quando?

pedro disse...

Ponto e vírgula é um flerte. Um piscar de olhos no msn.

Fellipe Figueiroa disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Marcela Egito disse...

é não, pedroca. Flerte é assim:

;* =D hehe

Mingo disse...

Que talento... transformar um sinal pouco atraente em um personagem fofinho, daqueles que seguem o seu estilo.

=)